Início Brasil Atual vice, Rodrigo Garcia será candidato a governador de São Paulo pelo...

Atual vice, Rodrigo Garcia será candidato a governador de São Paulo pelo PSDB em 2022

Rodrigo Garcia foi o único candidato inscrito nas prévias do PSDB para disputar o governo do Estado de São Paulo em 2022. Com o prazo para novas inscrições encerrado nesta segunda-feira às 19h, o atual vice-governador da gestão João Doria será homologado em breve como o representante do partido no pleito. O PSDB governa São Paulo desde 1995 e tinha como possível opção o ex-governador Geraldo Alckmin, que preferiu não apresentar o nome para a disputa, embora tenha aparecido em primeiro lugar na intenção de voto em pesquisa Datafolha divulgada no último dia 19.

“Com humildade, vou continuar dialogando com o Partido e pedindo apoio para prévias, que vão homologar meu nome como candidato a Governador do PSDB -SP”, afirmou Garcia após o término das inscrições para as prévias. Garcia, que se filiou ao partido em maio deste ano, manifestou interesse em participar das prévias ainda em julho. O vice-governador pode assumir o governo do Estado a partir de abril de 2022, caso João Doria seja escolhido como o candidato do partido na eleição presidencial — ele disputa as prévias nacionais com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, com o senador cearense Tasso Jereissati e com o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Embora não seja tão conhecido do grande público, Rodrigo Garcia, 47 anos, tem longa carreira na política. É vice-governador do Estado e secretário de governo da gestão Doria. Advogado de formação, é casado e tem três filhos. Disputou seu primeiro mandato como deputado estadual aos 24 anos, em 1998. Exerceu três mandatos como deputado estadual e foi presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo entre 2005 e 2007. Foi deputado federal por dois mandatos (2011/2018). Ainda foi secretário de diversas pastas do governo paulista: Habitação (2015/18), Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (2013/2014) e Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (2011/2013), entre outras funções na administração pública.

Ultimas Notícias