Início Brasil Avaliação em SP mostra que alunos do 5º ano são os que...

Avaliação em SP mostra que alunos do 5º ano são os que mais sofreram com o fechamento das escolas

Alunos do 5º ano do Ensino Fundamental foram os mais impactados pelo fechamento das escolas. A conclusão é de um estudo realizado pela Secretaria Estadual de Educação de São Paulo no início deste ano. Provas de língua portuguesa e matemática foram aplicadas para estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e do 3º ano do Ensino Médio da rede estadual de ensino. Os resultados foram comparados com aqueles obtidos no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) de 2019. Independente do ano escolar, as maiores perdas foram registradas no aprendizado da matemática. O conhecimento dos alunos do 5º ano sobre a disciplina caiu 47 pontos, voltando ao patamar de 2007.

A pontuação do 9º ano do Ensino Fundamental caiu 14 pontos e foi próxima àquela registrada em 2013. Já os estudantes do terceiro ano do Ensino Médio tiveram 18 pontos a menos e regrediram para os níveis de 2005. A vice-presidente da Associação Brasileira de Avaliação da Educação, Lina Kátia, explica como esses resultados impactam o dia a dia dos estudantes. “Os alunos sabem resolver problemas muito elementares, mas muito mesmo, de adição e subtração. Eles não reconhecem figuras, formas geométricas e não sabem resolver problemas de multiplicação e divisão.” A situação não é muito diferente quando a disciplina é a língua portuguesa. Alunos do 5º ano do Ensino Fundamental tiraram 29 pontos a menos, chegando a um resultado próximo ao de dez anos atrás. Com 12 pontos a menos, o 9º ano voltou ao patamar de 2015.

Assim como os estudantes do 3º ano do Ensino Médio, que tiveram 11 pontos a menos. O secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, lamentou os resultados. “É uma catástrofe o que a gente está passando pela educação. É uma catástrofe. A gente está voltando uma década, meia década dependendo da série. Mas, do lado emocional, podemos estar voltando para algo que nunca teve.” Segundo Rossieli Soares, o governo vai tomar uma série de medidas para tentar mitigar as perdas registradas durante a pandemia. A reabertura das escolas é a principal delas. Em seguida estão o fortalecimento do Programa de Recuperação e Aprofundamento, a ampliação do Projeto de Reforço e Recuperação, assim como a melhoria do Centro de Mídias da Educação de São Paulo, onde estão disponíveis as aulas online.

*Com informações da repórter Nicole Fusco 

Ultimas Notícias