InícioBrasilBolsonaro critica STF e fala em ‘tendência de ruptura’ caso a Constituição...

Bolsonaro critica STF e fala em ‘tendência de ruptura’ caso a Constituição não seja cumprida

Em pronunciamento a apoiadores neste sábado, 4, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e afirmou que se não houver cumprimento da Constituição por parte de qualquer um dos três poderes, “a tendência é de ruptura”. Bolsonaro discursou após uma ‘motociata’ na cidade de Caruaru, em Pernambuco, e disse que se algum dos seus ministros tem um comportamento fora da Constituição, ele é punido, assim como ocorre na Câmara dos Deputados e no Senado. “O nosso STF não pode ser diferente do Poder Executivo ou do Legislativo. Se lá tem alguém que ousa continuar agindo fora das quatro linhas da Constituição, aquele poder tem que chamar essa pessoa e enquadrá-lo, e lembrar-lhe que ele fez o juramento de cumprir a Constituição. Se assim não ocorrer com qualquer um dos três poderes, a tendência é acontecer uma ruptura. Ruptura esta que eu não quero nem desejo, tenham a certeza de que nem o povo brasileiro assim o quer. Mas a responsabilidade cabe a cada poder. Apelo a esse poder que reveja a ação dessa pessoa que está prejudicando o destino do Brasil.”

Sem citar nomes, o presidente ainda afirmou que tem “um ou dois juristas saindo da normalidade” institucional e que o povo é o poder moderador no Brasil. Bolsonaro tem criticado, principalmente, os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Durante todo o discurso, o presidente ainda fez novas convocações para os atos do próximo dia 7 de setembro e reafirmou que estará presente na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, pela manhã, e na avenida Paulista, em São Paulo, à tarde. “Não estaremos lá apenas para fazer figuração. Estaremos lá para mostrar a todos que não admitiremos mais, quem quer que seja, ignorar a nossa Constituição. Os nossos movimentos sempre foram pacíficos, sempre foram ordeiros, nunca teve qualquer ato de vandalismo. O retrato do povo servirá para mostrar para esses que ousam não respeitá-los, esses que ousam não mais se submeter à nossa Constituição, esses serão colocados no devido lugar.” A ‘motociata’ que Bolsonaro participou passou por algumas cidades do agreste pernambucano, como Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, com destino final em Caruaru, onde Bolsonaro discursou.

Ultimas Notícias

spot_img