InícioBrasilConmebol lava as mãos e joga decisão de Brasil x Argentina para...

Conmebol lava as mãos e joga decisão de Brasil x Argentina para a Fifa

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) tratou de “lavar as mãos” no que diz respeito à confusão na partida deste domingo, 5, entre Brasil e Argentina, suspensa após a entrada de vigilantes da Anvisa e da Polícia Federal no campo da Neo Química Arena, em São Paulo. Em comunicado, a entidade que rege o futebol da América do Sul informou que, a partir de agora, todas as decisões serão tomadas pela Fifa, responsável pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. “Todas as decisões relativas à sua organização e desenvolvimento são da competência exclusiva daquela instituição”, diz um trecho da nota. Mas, afinal, a partida será disputada em uma nova data? Caso isso não aconteça, qual seleção ficaria com os pontos?

O duelo entre Brasil e Argentina foi, inicialmente, interrompido devido aos quatro atletas argentinos que entraram no país de maneira irregular. Segundo uma portaria do governo brasileiro, os estrangeiros que tiveram passagem por Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte ou Índia nos últimos catorze dias devem fazer uma quarentena de dez dias antes de circular pelo território nacional , em medida de prevenção à propagação da Covid-19. Esses foram os casos de Emiliano Martínez e Emiliano Buendía, do West Ham, além de Lo Celso e Cristian Romero, do Tottenham. Como a situação não tem precedente, a Fifa irá analisar a situação sobre um caso que não está previsto em seu regulamento.

O que pode fazer a Argentina perder os pontos?

Após vencer a Venezuela atuando como visitante, na quinta-feira, a delegação argentina viajou direto para o Brasil, desembarcando na capital paulista na madrugada da última sexta-feira, 3. Na chegada ao país, o quarteto que atua na Inglaterra não teria informado sua presença no Reino Unido nos últimos catorze dias. De acordo com o portal “UOL”, a Anvisa passou a investigar o caso no último sábado, exigindo a deportação dos jogadores, o que não ocorreu graças à interferência da Conmebol e da CBF. Antes mesmo de a bola rolar, os fiscais da Agência tentaram barrar os atletas, mas não obtiveram sucesso – os argentinos trancaram o vestiário. Desta forma, a Fifa pode entender que o caos foi provocado pela Argentina, entregando os pontos ao Brasil.

O que pode fazer o Brasil perder os pontos?

De acordo com uma matéria do “Clarín”, um dos principais veículo de comunicação da Argentina, o Brasil “corre sério risco de perder pontos”. Isto porque, no entendimento do jornal, é obrigação do anfitrião garantir a segurança dos participantes. Para embasar sua tese, o periódico relembra o confronto entre Boca Juniors e River Plate, na Libertadores de 2015, quando o time xeneize foi desclassificado pela Conmebol por um episódio lamentável. Na ocasião, torcedores dos Millionários sofreram com um gás de spray de pimenta lançado pelos policiais que faziam a segurança da Bombonera. Além disso, o “Clarín” afirma que não há hipótese da Argentina sofrer qualquer tipo de punição, já que os jogadores haviam sido liberados para entrar em campo pela Conmebol.

Ultimas Notícias

spot_img