InícioBrasilDirigente do Flamengo nega intenção de ‘obter vantagem’ com retorno de público...

Dirigente do Flamengo nega intenção de ‘obter vantagem’ com retorno de público e critica rivais

Vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches comemorou a vitória do clube no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que negou o pedido de 17 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro para revogar a liminar que liberou presença de público nos jogos. Nas redes sociais, o dirigente festejou o fato da torcida flamenguista poder reencontrar o time no Maracanã, nesta quarta-feira, 15, no duelo contra o Grêmio, válido pela rodada de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Em seu Twitter, no entanto, ele negou que o Rubro-Negro esteja querendo “obter vantagem” e criticou os rivais que “estão trabalhando contra” o retorno dos torcedores aos estádios.

“Como vocês sabem, vai ter jogo hoje. Nossa intenção sempre foi por um ideal maior e não para obter vantagem. O ideal é o reencontro do futebol com a sua razão ser: a torcida. Muito me entristece ver que há gente trabalhando contra, seja pela torcida, seja pelas finanças dos clubes”, escreveu o Rodrigo Dunshee. Além deste duelo, graças à liminar à Prefeitura do Rio de Janeiro, o Rubro-Negro poderá contar com o apoio de seus torcedores também no confronto diante do Tricolor Gaúcho, no próximo domingo, 19, pelo Brasileirão, e na semifinal da Libertadores, diante do Barcelona de Guayaquil, na outra quarta-feira, 22.

Nos bastidores, os 19 clubes da elite do Campeonato Brasileiro estão ameaçando parar a competição, adiando a 21ª rodada, marcada para acontecer no próximo final de semana. Em carta que deve ser enviada nesta quarta-feira, as agremiações devem lembrar do acordo feito em conjunto com a CBF para lembrar que a volta dos torcedores só seria permitida caso todos aceitassem. Em São Paulo, por exemplo, o governador João Doria (PSDB) programou o retorno do público aos estádios apenas em novembro. Na última reunião, os representantes condenaram a ação do Flamengo. “Os clubes manifestaram, por unanimidade, que irão pleitear à CBF que sejam suspensas rodadas da competição nas quais clubes sinalizem com a utilização de liminar para contar com público nos estádio. A CBF irá analisar juridicamente a questão, uma vez que interfere na esfera de direito de terceiros adquirentes de propriedades comerciais da competição”, diz um comunicado emitido em conjunto com a CBF.

Ultimas Notícias

spot_img