Início Brasil EUA apoiam distribuição mundial de vacinas contra Covid-19 a preço de custo

EUA apoiam distribuição mundial de vacinas contra Covid-19 a preço de custo

Jake Sullivan, assessor de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou neste domingo, 2, que Washington trabalha para que as farmacêuticas que desenvolveram vacinas contra a Covid-19 forneçam imunizantes pelo mundo a preço de custo para acabar com a pandemia. “O resultado final é que acreditamos que as empresas farmacêuticas deverão fornecer (a vacina) a preço de custo para todo o mundo para que não haja barreiras para a vacinação“, comentou Sullivan em entrevista ao canal ABC. O assessor de Biden explicou que a representante de Comércio dos EUA, Katherine Tai, teve “conversas intensas” com a Organização Mundial do Comércio (OMC) para superar o problema do acesso à vacina, e disse que deve haver um “caminho a ser seguido nos próximos dias”.

As declarações de Sullivan chegam pouco após um grupo de dez democratas, liderados pelo representante da ala mais progressista do partido, o senador Bernie Sanders, pedirem que as farmacêuticas sejam pressionadas para ceder temporariamente as patentes das vacinas, de modo que os países necessitados possam desenvolver o próprio imunizante. Esta suspensão temporária das patentes das vacinas foi proposta por Índia e África do Sul diante da OMC, dois dos países que mais sofrem com o impacto do novo coronavírus. “Urgimos o apoio à adoção desta isenção temporária, que assegurará a resposta mais eficaz e eficiente a uma pandemia que só se vê uma vez na vida”, diz a carta dos democratas enviada a Biden.

Por outro lado, Sullivan disse que Washington tem “orgulho” do que tem sido feito até agora para ajudar a Índia, onde a pandemia está severa. O representante dos EUA recordou que o país enviou “aviões militares grandes carregados de oxigênio, matérias-primas para vacinas, tratamentos que podem ajudar a salvar vidas”, e observou que a ajuda continua sendo fornecida “o mais rapidamente possível”. “Estamos preocupados com as variantes, estamos preocupados com a propagação, estamos preocupados com as vidas perdidas, e estamos preocupados com os efeitos secundários que podem surgir enquanto a pandemia está totalmente fora de controle na Índia”, acrescentou.

*Com informações da EFE

Ultimas Notícias