InícioBrasilExame antidoping de Tandara detectou presença de ostarina

Exame antidoping de Tandara detectou presença de ostarina

A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) afirmou que o exame antidoping da atleta Tandara, da seleção feminina de vôlei, detectou a presença da substância Ostarina. Por conta do exame, a jogadora precisou deixar a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 ainda nesta sexta-feira, 6, e deve chegar no Brasil no sábado. A informação foi confirmada pela ABCD que, em nota, afirmou que a substância pertence à categoria “S1.2 Agentes Anabolizantes – Outros Agentes Anabolizantes – SARMS da Lista de substâncias e métodos proibidos da AMA-WADA (Agência Mundial Antidoping). O exame foi realizado no dia 7 de julho, em Saquarema, no Rio de Janeiro, onde a seleção treinava para as Olimpíadas. Segundo a ABCD, o resultado do exame foi enviado pelo Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD) e recebido no dia 5 de agosto. Nele, foi apontada a presença da Ostarina e fez com que fosse aplicada a regra do Código Brasileiro Antidopagem que prevê suspensão provisória do atleta flagrado. “A ABCD seguirá os trâmites processuais do caso em sigilo para proteger os direitos da atleta”, concluiu o comunicado. Após o resultado ter sido divulgado, a equipe de Tandara afirmou que a jogadora está trabalhando em sua defesa e só irá se pronunciar após a conclusão do caso.

Ultimas Notícias

spot_img