Início Brasil Flavio Prado compara Palmeiras com Kiko, do ‘Chaves’, e polemiza antes de...

Flavio Prado compara Palmeiras com Kiko, do ‘Chaves’, e polemiza antes de clássico 

O Palmeiras volta a campo às 19 horas (de Brasília) deste sábado, 12, para enfrentar o principal rival, o Corinthians, no Allianz Parque, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Mais do que uma vitória no clássico, o time de Abel Ferreira tenta se reerguer, já que vem de uma dura eliminação na Copa do Brasil para o modesto CRB. Ao longo do programa “Esporte em Discussão”, do Grupo Jovem Pan, o comentarista Flavio Prado tratou a queda do Verdão como inaceitável, fazendo uma curiosa comparação entre o Alviverde paulista e o personagem Kiko, interpretado pelo ator Carlos Villagrán, no famoso seriado mexicano “Chaves”.  

“O Palmeiras lembra muito o Kiko, personagem do programa Chaves, né? É o rico do pedaço e tem mais condições, mas toma bordoada de todo mundo. Não adianta nada [ter mais dinheiro]. O Palmeiras foi eliminado pelo CRB, dentro de casa, depois de ter vencido fora de casa. Pelo amor de Deus! Tenha dó! Não tem explicação, não tem lógica. Eu ouso a dizer que se fosse Palmeiras x 4 de Julho e São Paulo x CRB, o Palmeiras seria eliminado pelo time de Piripiri. O clube alviverde tem um poder de autodestruição interno impressionante, e acabou levando para a cabeça dele. Era só fazer o normal. E aí entra o fator grana também porque o time era o atual favorito, mas jogou dinheiro de premiação fora pelo caminho”, disparou o jornalista na edição do programa desta sexta-feira, 11.

Já falando sobre o embate entre Palmeiras e Corinthians, Flavio Prado prevê um cenário complicado para o time que sair derrotado do jogo. “O Corinthians já estava na ‘draga’ mesmo, tendo perdido aqui para o Atlético-GO e acabou empatando lá. De qualquer forma, já há uma grande contestação do trabalho do Sylvinho, que eu acho um absurdo. Não sei se ele tem material humano para melhorar o time, mas, enfim, tem que deixar o cara trabalhar. Já o Abel Ferreira, acabou sendo mais pressionado depois da eliminação. Então, os dois técnicos entram pressionados. O Dérbi é pesado e, quem perder, vai ter que lidar com uma fumaça grande”, disse o comentarista, que voltou a cutucar a equipe palmeirense. “No caso do Palmeiras, uma fumaça desnecessária. Se o Palmeiras jogasse o Campeonato Alagoano, cairia para a 2ª divisão”, completou.

Assista ao debate abaixo:

Ultimas Notícias