Início Brasil Mahrez decide, Manchester City vence o PSG de novo e vai à...

Mahrez decide, Manchester City vence o PSG de novo e vai à final da Liga dos Campeões

O Manchester City garantiu a sua vaga na final da Liga dos Campeões ao vencer o Paris Saint-Germain por 2 a 0, nesta terça-feira, 4, no Etihad Stadium, na Inglaterra – a equipe treinada por Pep Guardiola já havia vencido o primeiro jogo por 2 a 1, no Parque dos Príncipes. Mahrez marcou os dois gols do time britânico, que vai à decisão do principal torneio entre clubes da Europa pela primeira vez. Agora, os “citizens” aguardam o vencedor de Chelsea x Real Madrid para conhecer o seu adversário. O duelo de ida terminou empatado em 1 a 1, enquanto a volta está marcada para amanhã, 5, no Stamford Bridge, em Londres.

Sem Kylian Mbappé, no banco de reservas por estar voltando de lesão, o PSG aplicou uma forte pressão no começo do jogo, controlando a posse de bola e até tento um pênalti marcado, mas posteriormente anulado depois de consulta ao VAR. O City, porém, começou a facilitar a sua classificação aos 9 minutos. O goleiro brasileiro Ederson fez longo lançamento para Zinchenko, que encontrou De Bruyne. O belga teve o seu chute desviado, mas a bola sobrou par Mahrez, livre de marcação, bater para as redes. Sem opção, o time parisiense tentou retomar as rédeas da partida, mas parou no forte sistema defensivo montado por Guardiola. À exceção de uma cabeçada de Marquinhos, que acertou o travessão, os visitantes não incomodara. Neymar, principal esperança dos franceses, teve atuação abaixo do esperado e pouco de seu brilho mostrou.

Na segunda etapa, o City continuou dominado a partida, neutralizando o PSG com uma forte marcação no meio-campo. Para melhorar a vida dos ingleses, Mahrez liquidou a classificação aos 17 minutos. Em contra-ataque, Foden tabelou com De Bruyne e achou o argelino, que só completou para as redes. O clima na partida esquentou após o tento, tendo Ángel Dí Maria expulso após pisar em Fernandinho, com a bola fora de jogo. Com um a menos, com os ânimos à flor da pele e sem Mbappé, o Paris passou a ter menos futebol para diminuir, se concentrando apenas em não levar uma goleada em Manchester.

Ultimas Notícias