Início Brasil Parceria entre o governo de SP e o Mercado Livre deve gerar...

Parceria entre o governo de SP e o Mercado Livre deve gerar 5 mil empregos

O maior aporte financeiro de uma empresa privada desde o início da atual do governo de João Doria, em São Paulo, foi anunciado nesta segunda-feira, 17. O Mercado Livre vai investir R$ 4 bilhões no Estado, com estimativa de gerar cerca de cinco mil novos empregos até o final do ano, sendo 4.100 vagas na área de logística , 400 no setor de tecnologia da informação e outras 400 em setores diversos da empresa. Segundo Doria, a proposta é uma ação conjunta que também envolve o Sebrae, o Centro Paula Souza e a InvestSP. “Essa ação conjunta com o Mercado Livre é articulada, 360º, como agimos aqui no Governo de SP. Por isso que o Sebrae é nosso grande parceiro no incentivo, na formação e no acompanhamento do empreendedorismo; o Centro Paula Souza no treinamento, através das Etecs e das Fatecs; os programas Empreenda Rápido, Minha Chance e o financiamento do Banco do Povo dentro dos programas de desenvolvimento econômico do Estado; e a InvestSP, que é a agência facilitadora. O empreendedor fala com uma única fonte para a viabilização de tudo.”

A iniciativa busca a qualificação de profissionais e empreendedores com idades entre 17 e 24 anos nas regiões de Cajamar, Osasco, Sorocaba e Louveira, locais nos quais a empresa tem operação, assim como em regiões que o Centro Paula Souza está presente. O vice-presidente sênior do Mercado Livre no Brasil, Fernando Yunes, afirmou que os R$ 4 bilhões de investimentos representam a mesma quantia que a empresa investiu no país em 2020.”85% dos vendedores do Mercado Livre estão no Estado de São Paulo. Então os compradores estão no Brasil todo, mas 85% dos vendedores estão aqui. Por isso o investimento é muito grande na logística no Estado de São Paulo”, disse. A parceria entre o Governo do Estado e o Mercado Livre irá oferecer 100 mil vagas para o curso “Como vender online?”, criado pelo Mercado Livre em parceria com Centro Paula Souza e Sebrae-SP, por meio do programa Empreenda Rápido. As inscrições devem começar no segundo semestre. Já os estudantes das Etecs e Fatecs das regiões de Cajamar, Louveira, Sorocaba e Osasco serão direcionados para as vagas abertas pelo programa “Minha Chance”.

*Com informações do repórter Victor Moraes

Ultimas Notícias