Início Brasil Sábado é marcado pela reabertura de museus e cinemas em SP; domingo...

Sábado é marcado pela reabertura de museus e cinemas em SP; domingo tem parques movimentados

O setor cultural de São Paulo reabriu as portas no sábado, 24. Os protocolos de distanciamento e higiene e a restrição de público e de horários não afugentaram os visitantes, que quiseram aproveitar o primeiro dia de funcionamento. Na Pinacoteca, os ingressos para a semana inteira já estão esgotados. Muita gente estava tão ansiosa para sair do mundo virtual que chegou mais cedo, como a Tatiane. “Foi uma das coisas que eu mais senti nessa pandemia. Eu tinha o costume de sair todo fim de semana atrás de uma exposição, de algum espetáculo. E acompanhar virtualmente uma visita no museu não tem nem comparação”, diz Tatiane. Felipe, que tinha ingressos comprados para o dia em que os museus fecharam as portas, em março, também resolveu conferir logo a exposição “OSGEMEOS: Segredos”. Ele levou a mulher e as duas filhas. “É ótimo. Dá para perceber pela felicidade das crianças, que estavam trancadas em casa alguns dias. Essa exposição é linda e as meninas estão adorando. Estão mantidos todos os protocolos de distância, temperatura e bastante álcool em gel. Está bem seguro”, afirma Felipe

O diretor geral da Pinacoteca de São Paulo, Yohen Volz, afirma que o local está recebendo cerca de 100 pessoas por hora neste momento. “A gente tem um protocolo muito rígido de pré-agendamento, de uso de máscara o tempo inteiro, aferimento de temperatura e de distanciamento, de fato, dentro do espaço expositivo. Com isso a gente garante que as pessoas possam ter uma experiência com cultura, que é tão essencial em um momento tão difícil. Temos que fazer isso ser prazeroso, mas de uma maneira segura”, explica Volz. Além da Pinacoteca, outros espaços culturais de São Paulo, como o MASP, o Instituto Tomie Ohtake e cinemas também abriram as portas. Também no sábado, parques, restaurantes, academias e salões de beleza voltam a funcionarem todo o estado de São Paulo a autorização faz parte da fase de transição, criada pelo governo para liberar a operação de setores da economia até o final de abril.

Já no domingo, 25, com um clima mais ameno, os paulistanos foram até o Parque do Ibirapuera para praticar exercícios físicos e passear com a família. Os parques no Estado de São Paulo estão autorizados a abrir das 6h da manhã às 18h da tarde. Samuel Lloyd, diretor da Urbia, responsável pela administração do Ibirapuera, contou como esteve o movimento do parque durante este fim de semana. “A reabertura foi bem tranquila. No sábado, quase 26 mil pessoas vieram até o Parque Ibirapuera, mas em horários escalonados ao longo do dia. Não teve uma aglomeração dessas 26 mil pessoas ao mesmo tempo. Neste domingo, cerca de 3 mil pessoas já vieram fazer a sua atividade física e passear com a família. A expectativa é que seja um dia tranquilo”, relata Lloyd. No tempo em que o parque permaneceu fechado, a Urbia replantou cerca de 12 mil m². “As pessoas que estão acostumadas a vir ao parque encontrarão novas áreas gramadas e jardins com flores”, anuncia o diretor. Os piqueniques ainda não são permitidos e os restaurantes, com serviço em mesa, abrem a partir das 11 da manhã.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini

Ultimas Notícias