Início Brasil São Paulo promove Dia D de vacinação contra a Covid-19 no sábado

São Paulo promove Dia D de vacinação contra a Covid-19 no sábado

Após uma longa espera, chegou a vez do André Talento se vacinar contra o coronavírus. O empresário, que é asmático, conta que a sensação é de tranquilidade — sem deixar os cuidados de lado. “Me passa uma sensação, acho que como para todo mundo, de bastante alívio e segurança. Eu estava bem preocupado, principalmente quando começa o inverno porque eu tenho mais problema com a respiração.” Amanhã, São Paulo promove o Dia D de vacinação contra a Covid-19 voltado especialmente para pessoas que ainda não receberam a segunda dose. A campanha será realizada em todas as Unidades Básicas de Saúde do Estado, das 8 horas da manhã às 5 horas da tarde.

Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, quase 170 mil pessoas não voltaram aos postos para receber a última etapa da imunização apenas na capital paulista. Segundo a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, entre os motivos mais frequentes da ausência estão mudança de endereço, espera por um acompanhante para comparecer a um local de vacinação, imprevistos e até mesmo esquecimento. “Nós iremos fazer uma grande ação apoiando os municípios. Eles vão abrir seus postos de vacinação, haverá auxílio por parte do Estado. E também para que eles possam fazer além da vacinação, a digitação e atualização daquelas vacinas que, por ventura, podem ter sido imunizados e não registrados na plataforma VaciVida. É um grande Dia D que a gente espera que a vacinação ocorra e também o registro de doses que até o momento tem acontecido.”

A prefeitura reforça que é essencial tomar as duas doses da vacina respeitando os intervalos recomendados entre uma e outra, para completar o esquema vacinal. O intervalo entre a primeira e a segunda dose é de 21 a 28 dias para a CoronaVac e de 12 semanas ou 84 dias para as vacinas da AstraZeneca e da Pfizer. A médica infectologista Raquel Stucchi ressalta que apenas a imunização completa contra a doença pode reverter o agravamento da pandemia no país. “Garantimos a proteção de próximo a 100% das formas graves da doença quando nós completamos a segunda dose e 14 dias depois dessa aplicação. Então, se a vacina estava em falta e você não recebeu a segunda dose, se você não pode ir no dia agendado, procure agora, assim que estiver disponível, a sua unidade de vacinação e reagenda a sua vacina e complete sua proteção contra a Covid-19.” A vacina da gripe também estará disponível neste sábado. A estimativa é que até o encerramento da campanha, no dia 9 de julho, 4,7 milhões de pessoas sejam imunizadas contra a doença.

*Com informações do repórter Letícia Santini 

Ultimas Notícias