Início Brasil Sete em cada 10 consumidores vão realizar compras para o Dia das...

Sete em cada 10 consumidores vão realizar compras para o Dia das Mães

Pelo segundo ano seguido, o Dia das Mães será comemorado em meio à pandemia da Covid-19. Mas o número de brasileiros que pretendem ir às compras neste ano é maior do que o do ano passado e próximo àquele registrado em 2019. Sete em cada dez consumidores devem fazer pelo menos uma compra nesta data, o que deve movimentar cerca de R$ 24 bilhões, segundo um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. Daniel Sakamoto, gerente Executivo da CNDL, explica que, agora, os brasileiros estão mais acostumados com a pandemia e com os efeitos que ela pode causar na economia. “Em maio do ano passado, a pandemia estava o começo o Brasil, muita gente assustada, as restrições ainda eram bem confusas com relação ao que abre, o que não abre, havia muita incerteza e insegurança. Agora, apesar da pandemia continuar afetando muita gente, as pessoas já estão mais acostumadas.”

Embora os consumidores queiram ir mais às compras, a maior parte está cautelosa com os gastos. Ao todo, 34% dos entrevistados esperam gastar menos do que no último ano, enquanto 30% planejam gastar o mesmo valor. O preço médio que deve ser desembolsado neste Dia das Mães é de R$ 197. Os itens mais mencionados são roupas, calçados, acessórios, perfumes, cosméticos e chocolates. Mas o gerente Executivo da CNDL, Daniel Sakamoto, alerta para um dado importante. Dos consumidores que pretendem comprar um presente, 30% estão com contas em atraso, e 64% estão com o nome sujo.

“Nossa orientação é que as pessoas se organizem para não ter um rombo maior o seu orçamento, comprem coisas mais baratas, evitem gastos excessivos para que o endividamento não seja ocasionado pelo presente do dia das Mães. Sua mãe não vai gostar de saber que você está se endividando para comprar um presente para ela”, afirmou. A pesquisa também perguntou aos entrevistados de que forma eles pretendem comemorar o Dia das Mães. Apesar dos alertas para que a população evite aglomerações, 41% disseram que vão celebrar a data na casa da mãe. Apenas 8% vão comemorar à distância, por meio de vídeo chamada ou telefone.

*Com informações da repórter Nicole Fusco

Ultimas Notícias