InícioNotíciasContribuições econômicas de Rodrigo Garcia para o estado de São Paulo

Contribuições econômicas de Rodrigo Garcia para o estado de São Paulo

Presente no meio político desde muito cedo, atuando sempre no ramo da gestão pública, Rodrigo Garcia iniciou sua carreira como sub-secretário de Agricultura em São Paulo. Permanecendo no âmbito político por conta de seus interessantes projetos e grandes feitos para o estado, o empresário segue, atualmente, como governador do estado paulista e vem mostrando excelência no cargo. Sendo assim, se você possui interesse em entender quais foram as contribuições do político no contexto econômico, leia este artigo até o final.

Tendo assumido há menos de 2 meses, sucedendo João Dória, para governar o estado de São Paulo, Rodrigo Garcia já mostrou assertividade no que diz respeito às contribuições econômicas. Dentre as primeiras ações que tomou, está o fato do governador ter nomeado a economista Zeina Latif para assumir o cargo de secretária na gestão do político.

Sendo doutora em economia pela USP, ela integra a equipe para elaborar o programa de governo, ainda pertencente aos projetos do ex-governador João Doria. Essa nomeação foi de suma importância nesse contexto econômico do estado, já que Zeina atuará como secretária estadual de Desenvolvimento Econômico e trará diversos benefícios, uma vez que foi economista-chefe da XP Investimentos e de outras instituições financeiras.

Rodrigo Garcia
Rodrigo Garcia

Para quase dois meses de governo, Rodrigo Garcia atendeu o esperado?

O político brasileiro, também tucano, está conquistando o seu espaço ao se mostrar um governador distante das políticas que Dória efetuava. Caso você não saiba, Rodrigo Garcia proporciona trabalhos à chefia do Palácio dos Bandeirantes, comparecendo a eventos e entrevistas para ter presença. Com isso, o governador passa a ganhar mais visibilidade, já pensando em conduzir o cargo pelos próximos quatro anos. 

Desse modo, Rodrigo Garcia segue em uma proposta que relembra a reeleição à prefeitura de São Paulo de Bruno Covas. Isso quer dizer que o político segue um discurso centrista, de modo a promover uma fuga da polarização nacional, a qual não procura entender ou pesquisar sobre os candidatos que lhe cercam. Nesse contexto, o governador busca mostrar o seu diferencial, com uma política que abarca a modernização e inovação na sua gestão. 

Para focar numa gestão de qualidade, Rodrigo Garcia está formando uma equipe bem selecionada, a começar pela nomeação de seus secretários. Dessa forma, podemos mencionar Felipe Salto como secretário da Fazenda e Planejamento do estado de São Paulo, que é especialista em Finanças Públicas e, certamente, trará um impacto positivo para a gestão do governador. Assim, percebe-se que a grande preocupação de Rodrigo Garcia é formar uma equipe especializada para alavancar a economia do estado. Importante, não é mesmo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas Notícias

spot_img