Início Notícias Saiba os riscos do uso excessivo do celular

Saiba os riscos do uso excessivo do celular

O corredor e maratonista Weber Micael da Silva é apaixonado por praticar esportes e por levar um estilo de vida saudável, dá dicas à nossa redação sobre os males que o uso excessivo do celular pode trazer. O empresário, preocupado com os hábitos nada saudáveis das gerações de jovens, aborda temas sobre hábitos saudáveis e seus benefícios visando instigar e incentivar um estilo de vida mais saudável. Por isso, convidado pela nossa redação, Weber Micael da Silva fala sobre os riscos do uso excessivo do celular.

Os chamados smartphones são espécies de extensões do corpo humano nos dias atuais. O empresário Weber Micael da Silva explica que há pessoas que desenvolveram um vício tão grande com estes aparelhos eletrônicos que não conseguem ficar sem o celular por um curto período de tempo, além disso, usam o aparelho até a exaustão, parando apenas para dormir.

Há estudos e pesquisas que revelam a incidência de pessoas que desenvolvem uma síndrome de notificação do smartphone. Mesmo sem nenhuma mensagem recebida, essas pessoas as escutam.

Pode ocasionar em distúrbios psíquicos

Além disso, Weber Micael da Silva ressalta que as pessoas, em diversas partes do mundo, estão ficando mais ansiosas e depressivas, os números dos casos de distúrbios psíquicos aumentam cada dia mais e urge uma forma de diminuir esses impactos.

E quando são crianças?

Continuamente, o empresário Weber Micael da Silva traz à tona uma questão ainda mais grave. A dependência de smartphones e internet é larga para adultos e jovens, contudo, quando falamos de crianças e bebês que nasceram com toda essa revolução em mãos, abrimos espaços para uma discussão mais profunda dos males que toda essa exposição à tecnologia pode desempenhar na vida dessas crianças.

Riscos do uso excessivo de celulares para crianças

Médicos e estudiosos apontam que o uso excessivo de celular para bebês e crianças podem influenciar no desenvolvimento da fala e percepções da criança, uma vez que há muito estímulo externo, de cores, luzes e cenas e pouco estímulo da fala da criança, comprometendo, assim, no seu crescimento e desenvolvimento, refletindo, futuramente, no convívio com outras crianças etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ultimas Notícias